sábado, 14 de janeiro de 2017

Vamos tomar um café?






          O TarotComCafé é inicialmente como um pequeno projeto. Algo que fluiu com os dias, estava no papel, na verdade estavam nas pastas do computador e foram aos poucos tomando forma. A ideia foi unir duas coisas que podem sempre serem combinadas, o tarot e uma boa xícara de café. Quem já foi em uma consulta com um astrólogo ou cartomante sabe que tem aquele friozinho na barriga que precede toda a leitura, o TarotComCafé é uma forma carinhosa de chamar essa pessoa a relaxar.

         As analises do cotidiano, as leituras que mostram de uma forma "deitadas" os nossos desafios são tomados com boa conversa e goles de café. Não gosta de café? Tem chá, tem suco... Tem sempre uma forma prazerosa que convida ao deslumbre, ao prazer de como pode ser uma consulta de tarot. É dessa forma que Rildson atende cada pessoa que o procura. 

        A logomarca foi a primeira a surgir, e cada estudo dela vinha o pensamento do que se faltava. Mexia aqui e alí, afim de conseguir algo que mostrasse e simbolizasse o que desejava passar. A seriedade de uma fonte lembrando a grandeza dos arcanos e a delicadeza de uma letra que parece ter sido desenhada com o liquido quente sobre um papel. Ambas unidas lembrando do rustico.

        Poesia a parte, a criação e o lançamento desse projeto com cara de redes sociais demorou pela dúvida. Não foi pensado em outro nome, e os que surgiram logo foram descartados. Uma taróloga detinha o nome em um blog criado em 2010 mas nunca usado, a lembrança também com dois outros nomes foram representativas. Mas uma breve passada pela internet podemos ver que existem diversas coisas parecidas, e este não seria diferente. Uma vez que a ideia do que passar, do que escrever fosse outra, o TarotComCafé poderia seguir adiante. Aliás a proposta é diferente, o conceito, a leitura, o lugar.  E nesse mundo existem tantos lugares e pensamentos quanto as formas de ver as cartas.

        Aqui está um canal, um meio e um outro modo de passar informação a quem se interessar algo gostoso que sofre ainda com tantos medos, não por quem conhece, mas pelos demais. Navegar é preciso, e aqui está o TarotComCafé. 

Postar um comentário